Ecommerce - Empreendedora de Sucesso

10 passos para Abrir uma Loja Online de Sucesso

Abrir uma Loja Online, seja em qualquer segmento, não é uma tarefa fácil. Mesmo você tendo bastante conhecimento do setor, são inúmeros os passos para você chegar ao sucesso e fazer uma boa gestão.

Como desenvolvemos ecommerce sabemos das necessidades e preparamos alguns passos principais a serem seguidos. Vamos lá então:

1) Escolha seu nicho

O primeiro passo e talvez o mais importante, porque é a partir dele que será construído todas as outras etapas.

Defina um Nicho que tenha empatia, pois você será o(a) embaixador(a) da marca e precisa gostar muito do que vende. Como estamos vivendo um momento com muitos negócios abrindo, você precisa ser diferente. Se possível, aposte em subnicho.

Vamos supor que você vai vender roupas de crochê, isto é um nicho. Agora um subnicho são Saias de Crochê, Roupas infantis de Crochê, Roupas Pet de Crochê, e por aí vai. Quanto mais você estreitar irá sim reduzir seu público alvo, porém é mais provável que seja uma referência e tenha mais facilidade de fidelizar o cliente.

2) Defina Fornecedores

É fundamental definir bons fornecedores. E aqui digo no plural mesmo, nunca fique na mão de só um. Tenha opções de, pelo menos, 3 fornecedores. Assim nunca ficará na mão. Negocie prazos de entrega, prazos de pagamento (importante para fluir seu capital de giro) e tenha uma boa relação com eles.

Foque em Fornecedores com bons processos de logística e baixo prazo, assim conseguirá estar sempre com boa quantidade de produtos em estoque.

3) Formalização como Empresa

Formalize a sua empresa abrindo um CNPJ, pois para vender online é uma exigência. Nem que seja um MEI (veja se o seu negócio encaixa para essa situação), mas tenha.

Um CNPJ te dará credibilidade e maiores opções de negociar no mercado, seja com fornecedores, empresas de crédito e pagamentos.

4) Defina Meios de Pagamento e Entrega

Para vender online precisará definir um Gateway de Pagamento, ou seja, uma empresa que será associada e onde receberá os pagamentos de boletos e cartões de seu Ecommerce. Existem diversas opções no mercado. Escolha pensando em alguns fatores como:

  • Taxa do cartão de débito e crédito;
  • Taxa do boleto;
  • Se tem ou não tarifa de Venda por operação;
  • Possibilidade de parcelar as compras com boas taxas;
  • Prazo para recebimento (e se for precisar antecipar, qual a taxa);
  • Recursos da operadora de pagamento como: Benefícios, Conta Digital, Saque e Transferências gratuitas, etc;

Escolha muito bem e com calma. Sugiro algumas como: PagSeguro, MercadoPago, Pagar.me.

E então defina como serão as entregas das compras da Loja Virtual. Vai entregar em todo o Brasil ou só em algumas regiões? Qual forma será a entrega, Correios ou outro (pesquise por Mandaê, Melhor Envio, Loggi)? Dentro da sua cidade, consegue entregar via Motoboy ou por você mesmo? Se sim, qual a taxa? Pode retirar no local?

Tudo isso será necessário na configuração e montagem de sua Loja Virtual.

5) Esteja presente nas Redes Sociais

Crie suas Redes Sociais. E não pense aqui somente em Instagram e Facebook. Existem outras redes sociais que podem ser interessantes de acordo com o seu nicho.

E seja ativos nestas redes, trabalhando sempre bem sua marca e identidade visual, entregando bons conteúdos e falando diretamente com seus clientes!

6) Invista em um Ecommerce

Vender nas Redes Sociais também é uma opção, mas ter um Ecommerce só seu é muito melhor. Por aqui é seu terreno, ou seja, se um dia a rede social que está presente acabar ou ficar inoperante por algum motivo, você não irá parar de vender na sua Loja. E também não disputará espaço com outras pessoas e empresas.

Além disto, você conseguirá falar diretamente e de forma personalizada com seus clientes, tendo os registros dos acessos e como ele acessou. Poderá ainda executar ações como enviar email de Carrinho Abandonado, ou seja, aquele usuário colocou algum item no carrinho e não comprou. Interaja com ele e saiba o motivo, ofereça descontos, cupons. Não perca venda!

Quando você tem sua própria loja virtual e ainda mais ela sendo desenvolvida no WooCommerce, suas opções são inúmeras e o projeto poderá ser totalmente personalizado ao que precisar.

7) Faça uma Gestão Financeira

Faça uma Gestão Financeira eficiente. Primeiramente, separe a conta da Pessoa Física da Pessoa Jurídica. Só assim terá um controle. Define um valor de salário para você e sócios, se tiver.

Tenha planilhas ou softwares para controlar o Fluxo de Caixa, Capital de Giro, Contas a Pagar e Receber e Conciliação de Contas. Se aqui você não tomar cuidado poderá ter surpresas e precisar futuramente de um empréstimo, nada agradável.

E tendo uma boa gestão financeira, conseguirá ter dinheiro no Caixa e assim poder barganhar com fornecedores, por exemplo. Isso ao longo do tempo fará você reduzir e controlar bastante suas despesas.

8) Controle seu Estoque

Primordial. Tenha uma Gestão de Estoque certeira. Não deixe de fazer inventários e contabilizar. Utilize de ferramentas e softwares (ERP) para controlar. Existem até muitas opções gratuitas na internet.

Recentemente abordamos esse tópico em nossos vídeos no Instagram. Confira acessando agora.

Uma falha no estoque pode fazer você perder um cliente ou precisar pagar caro por um produto de forma mais imediata.

9) Fidelize seus Clientes

Crie ações para fidelizar seus clientes. Defina datas especiais para promover descontos e ofertas. Faça sorteios pontuais para arrecadar futuros potenciais clientes. Mantenha contato ativo com seu cliente.

Quando você vende só online, o contato mais direto com o seu cliente é na entrega. Então ao realizar a entrega, faça isso como um diferencial. Seja criativo e exclusivo para os seus clientes. Encante-os.

É muito mais barato você conseguir manter um cliente do que atrair novos. Fazendo isso bem, eles serão embaixadores de sua marca e ainda te trará novos clientes.

10) Faça Anúncios Patrocinados

E, por fim, a cereja do bolo: Faça anúncios online nas ferramentas do Facebook Ads e Google Ads, principalmente, para atrair novos públicos e ter um alcance maior, gere visibilidade.

Pagando valores mensais, conseguirá anunciar de forma segmentada a potenciais clientes. E tendo um Ecommerce fica tudo mais fácil e com mais opções de retorno, pois aqui conseguirá ser mais eficiente e fazer o famoso Remarketing, ou seja, impactar usuários que acessaram seu cliente ou interagiram nas redes sociais (seja em qual momento for) fazendo anúncios persuasivos para eles trazendo-os de volta para sua loja, seja para efetuar aquela compra que ainda não fez ou ainda para comprar mais.

E essa tarefa, principalmente, deixe para um profissional especialista no assunto, pois para fazer sozinho a caminhada é muito longa e traiçoeira. Podemos auxiliá-lo e traçar o caminho correto através de bons aprendizados e estudos realizados.

E se gostou das dicas, deixe seu comentário e compartilhe com amigos e amigas que estão entrando no meio digital e precisam desse material.

Links Relacionados

https://bhsavassi.hostnet.com.br/consultoria-marketing-digital/
https://www.h2digital.net/consultoria-gratuita/
https://www.h2digital.net/loja-express/
https://www.instagram.com/hostneth2digital/
https://www.h2digital.net/blog/4-passos-para-ter-sucesso-com-o-marketing-digital/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima